Menu Fechar

FAQ


Aqui reunimos um conjunto de informação que te pode ser útil durante o percurso académico. Se tiveres mais alguma dúvida que não esteja aqui esclarecida, não hesites em contactar-nos!

 

Qual o número mínimo de mudanças de curso que me é possível efectuar para não perder o direito à bolsa?
Se tiveres direito a bolsa então esta mantém-se se efectuares apenas uma mudança de curso, sendo que perdes o direito a esta se posteriormente voltares a mudar de curso.

Durante quantos anos posso obter bolsa?
Podes conseguir a bolsa no período correspondente a n+1 (sendo n correspondente ao nº de anos da licenciatura) e n+2 em cursos com mestrado integrado.

Quando efetuo uma mudança de curso, esse período mantém-se, ou recomeça?
Perante mudança de curso, o período de obtenção de bolsa recomeça, seguindo o período do plano de estudos do novo curso a que te candidataste.

Os SASUP oferecem apoio Médico gratuito?
Sim, nas áreas de Clínica Geral, Ginecologia/Obstetrícia, Psiquiatria, Medicina Dentária e Psicologia. Informa-te junto das suas instalações, em [email protected] ou pelo telefone: 222 074 160

Se for candidato a bolsa tenho que pagar o valor das propinas nos prazos impostos?
Não, se fores candidato a bolsa, podes aguardar que sejam divulgados os resultados e tens um período de 30 dias para pagar as propinas.

Quais os requisitos para obtenção de bolsa de estudo por mérito?
A bolsa será atribuída a alunos matriculados na FCUP, no corrente ano, pelo que é necessária a existência de matrícula no ano anterior, tendo o aluno obtido aprovação a pelo menos 25 créditos e nenhuma reprovação sendo a nota mínima exigida para consideração da atribuição de bolsa de 16,0 valores de média. Excluem-se desta contagem créditos referentes a melhorias de nota.

Qual o número máximo de créditos a que me posso inscrever em cada ano letivo?
O número máximo de créditos em que um estudante se pode inscrever em cada ano letivo é de 75 créditos, assim como, 42 por semestre. Além disso, o estudante, em caso de ter alguma disciplina de um ano anterior não concluída, deverá inscrever-se na(s) mesma(s) obrigatoriamente.

O que sucede a um estudante inscrito em determinado ano curricular sem inscrição a todas as disciplinas do ano anterior?
A consequência é a anulação de todas as inscrições às quais se encontra indevidamente inscrito.

O que é a prescrição?
A prescrição é a não obtenção de um número mínimo de ECTS num determinado ciclo de estudos. O estudante que prescreve não pode candidatar-se ao ciclo de estudos em que está inserido, bem como a qualquer ciclo de estudos da Universidade do Porto nos dois semestres seguintes. Contudo, após esse período, pode reingressar uma única vez no mesmo ciclo de estudos, contando para efeitos de nova prescrição a totalidade dos ECTS que faltam para terminar esse ciclo.

Qual o número mínimo de ECTS para não prescrever?
Para não prescrever o estudante deverá acumular, nos primeiros 3 anos de inscrição, pelo menos 60 ECTS, somando anualmente 50 créditos, como limite.

Qual é o prazo máximo para a divulgação dos resultados de obtenção de frequência na avaliação distribuída com exame final?
Na avaliação distribuída com exame final, o estudante deve ser informado sobre a perda de frequência até 3 dias úteis antes do início efetivo do período de exames em lista divulgada na página da unidade curricular, sendo obrigatória a divulgação da lista até 5 dias antes da realização do exame, sob pena da perda de frequência perder eficácia.

Posso solicitar a revisão de uma prova escrita de qualquer unidade curricular?
O estudante pode solicitar revisão de qualquer prova escrita de qualquer unidade curricular. Esta revisão é da competência de um júri composto por 3 elementos, incluindo apenas um dos docentes da unidade curricular, para o efeito nomeado pelo diretor de curso no prazo de uma semana após receção do requerimento.

Como devo elaborar o pedido de revisão?
O pedido de revisão deve ser apresentado por escrito, devidamente fundamentado, em requerimento dirigido ao diretor de curso, no prazo de uma semana após ter recebido cópia da prova e mediante o pagamento do emolumento estabelecido para o efeito. A não fundamentação do pedido de revisão constitui motivo bastante para o seu indeferimento.

Posso fazer melhoria de uma classificação?
O estudante pode efetuar melhoria de classificação de exame realizado, uma única vez por unidade curricular, numa das duas épocas de exame final imediatamente subsequentes àquela em que obteve aprovação.

Pretendo inscrever-me a cadeiras opcionais de outras faculdades, como devo proceder?
Deves dirigir-te a faculdade que leciona essa cadeira e, primeiramente, verificar os horários para garantir que não existem sobreposições. Posteriormente tens de requerer a autorização do teu diretor de curso para te inscreveres nessa unidade curricular através de um documento devidamente preenchido referente à mobilidade interna e entregar esse documento nos serviços académicos da nossa faculdade.

Que deverei fazer para justificar faltas a aulas?
Sempre que um aluno seja portador de doença transmissível, que determine a evicção escolar nos termos do Decreto Regulamentar nº 3/95, deve comunicar o facto à Faculdade por si ou por interposta pessoa, por escrito e no prazo de três dias úteis a contar da data em que teve conhecimento de ser portador da doença devendo o pedido de relevação de faltas e respetiva justificação ser apresentado no prazo máximo de dez dias úteis a contar do termo do prazo do afastamento obrigatório ou da cura clínica.

Em que situação posso requerer a realização de novas datas de exame para além das previstas no calendário escolar?
O aluno pode requerer a marcação de novos exames quando as datas dos mesmos coincidam com: Falecimento de cônjuge, parente ou afim no 1º grau da linha reta (por exemplo, pais, filhos, sogros, genro/nora), situação em que tem as suas faltas justificadas até oito dias consecutivos. Falecimento de parente ou afim em qualquer outro grau da linha reta (por exemplo, avó ou bisavó, neto ou bisneto) ou do 2º e 3º graus da linha colateral (por exemplo, irmão, tio, sobrinho, cunhado) situação em que tem as suas faltas justificadas até três dias consecutivos;
Internamento hospitalar devidamente comprovado (mencionar a data de internamento) e atestado médico, imediatamente subsequentemente a esse internamento;
Representação da Faculdade ou Universidade em provas desportivas universitárias oficiais ou manifestações culturais universitárias, a nível nacional ou internacional, bem como representação do país em provas desportivas ou manifestações culturais internacionais (artº103 - do anterior Estatutos da FCUP).

Como se pode proceder ao pedido de revisão de prova?
O aluno pode solicitar, nos Serviços Académicos, revisão das suas provas escritas, no prazo de três dias úteis após o início do período de acesso às provas corrigidas. Este recurso suspende a contagem dos prazos relativos a uma eventual prova oral.

Quantos dias têm os professores para lançar notas dos exames de 1ª fase antes da época de recurso?
Quatro dias úteis, segundo o regime de avaliação dos estudantes, artigo 10º, ponto 1.

Como podem os alunos requerer a inscrição em disciplinas extra-curriculares?
Deve ser efetuado um requerimento dirigido ao Diretor da Faculdade, ficando sujeitos, caso lhes seja autorizado, ao pagamento suplementar do valor de 1/5 da propina anual do ciclo de estudos.

Qual a importância dos inquéritos pedagógicos?
Com o inicio da atividade da AAAES (Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior) os inquéritos pedagógicos tomam uma nova importância influenciando as avaliações da dita entidade e consequentemente a acreditação do curso.